12 de junho de 2011

Listando: meus 10 filmes preferidos.

Closer, Perto Demais 2004
Acho que esse foi o filme que eu mais assisti na minha vida. Me identifiquei mto com Larry (Clive Owen) e claro... Natalie Portman. Impossivel não se sentir nem um pouquinho abalado na cena que Dam (Jude) confessa que trai Alice (Natalie) e ela vai embora. Esse filme defeinitivamente ficou em 1º lugar pra mim.

Crítica: O filme possui uma linguagem extremamente contemporânea. Termos adultos, provocações sensuais entre os personagens, traições, decepções, felicidade e tristeza fazem parte do mundo que Mike Nichols criou para suas quatro marionetes – Dan, Anna, Alice e Larry. 
É um mundo de muitas mentiras e poucas verdades, onde o objetivo de cada um é o mais óbvio possível: a felicidade. O roteiro não tem nada de especial ou extraordinário, porém por ser escrito com tanto realismo (embora, claro, haja alguns exageros), consegue se destacar. 
O filme não tenta ter um final surpreendente ou comodista – ele funciona como a realidade funciona, ou seja, nem tudo dá certo para todos. - Alexandre Koball


Crash, No Limite 2004
 " Em Los Angeles ninguém te toca. Estamos sempre atrás do metal e do vidro. Acho que sentimos tanta falta desse toque, que batemos uns nos outros só para sentir alguma coisa. "

Crítica: Crash é um filme que demonstra o retrato de uma sociedade marcada pelo preconceito. Tudo começa a partir do roubo de um carro de uma mulher rica. A partir de então uma série de incidentes acabar por aproximar habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles. Todos estão lá como peões num intrigado tabuleiro de emoções que afloram conforme eles se encontram, ou melhor, se esbarram no acaso da vida do dia-a-dia. Nesses encontros, os personagens tomam consciência de quem realmente são e a maneira como conduzem suas vidas, muitas vezes patéticas. O sentimento que serve de fio condutor é o racismo presente nos EUA. - Wikipedia
 
Beleza Americana - American Beauty 1999
 “Meu nome é Lester Burnham. Essa é minha vizinhança. Essa é minha rua. Essa é minha vida. Eu tenho 42 anos e, em menos de um ano, estarei morto. É claro, eu ainda não sei disso. E, de certa forma, eu estou já morto.”

Crítica: Qualquer outra detalhada sinopse não conseguiria sumarizar melhor a trama principal de Beleza Americana, uma vez que o pequeno trecho inicial do filme, aqui citado, revela o mote do mesmo e cria uma aura de mistério em torno de seu roteiro. American beauty é uma variação de rosa muito comum nos Estados Unidos, que é visualmente perfeita, porém não possui cheiro nem espinhos. - Conrado Heoli

Desde o roteiro até as interpretações, “Beleza Americana” é uma crítica ácida e doentia a cultura e os costumes do famoso “american way of life”. Um homem cinquentão vive como uma máquina de trabalho, sem prazer, sem lazer, sem perspectiva. A mulher, fútil até o exagero, só se preocupa com seu futuro como corretora de imóveis e com seu próprio ego. A filha é o estereótipo da adolescente revoltada e os outros personagens são tirados da lista de tipos americanos : desde o sargento durão, até a patricinha. 

De repente, o coroa se interessa pela amiga da filha. A mulher trai o marido. A menina perde a virgindade. O vizinho se revela um delinqüente vendedor de maconha, o sargento se revela homossexual... E à medida que esses personagens vão se auto-destruindo aos poucos, todos os tabus caem por terra e somente o personagem principal, o cinquentão, se humaniza. E quando finalmente ele se sente feliz, realizado, diferente da sociedade e humano ele... Bom, para quem não sabe o final, é bom não estragar a surpresa. - Plinio Meirelles

Esse filme chamou minha atenção desde quando vi o cartaz pela 1ª vez.  Meu pai alugou em VHS, e eu nao pude assistir. Um dia descobri que ele iria passar na sessão de gala da Globo, ou seja 2 da manhã, e naquela época eu dormia de 11hrs. Resultado, fiquei acordada ate assistir o filme todo, e simplesmente me apaixonei.
 
Vicky Cristina Barcelona 2008
Crítica: Vicky e Cristina são duas jovens amigas americanas com visões completamente diferentes sobre o amor. Elas desembarcam de férias em Barcelona e conhecem um pintor libertário e sedutor, interpretado por Javier Bardem.
De casamento marcado com um americano com cara de relógio parado, Vicky tenta resistir às investidas do pintor, mas acaba apaixonando-se secretamente por ele depois de uma noite furtiva. Já Cristina, que logo se entrega, acaba vivendo um affair a três com ele e sua ex-mulher, interpretada por Penélope Cruz.
Entre seduções, conquistas e decepções se desenrola uma trama inteligentemente hilária, provida de muito requinte e imagens grandiosas (sobretudo as fotografias produzidas no filme), performances envolventes e que evocam reflexões complexas ao sair do cinema. - Tito Oliveira
 

Vanilla Sky 2001
Não é disso que ser jovem se trata? Acreditar secretamente que você podera ser a primeira pessoa na historia da humanidade, que poderá viver para sempre..?  - David

Crítica: “Vanilla Sky” segue o sucesso do filme original de Alejandro Amenábar como uma versão hollywoodiana de "Abre los Ojos"
Tudo começa quando o jovem executivo de sucesso David Ames  se envolve com a bela Sofia Serrano, despertando o ciúmes de Julie, amiga de David que achava que tinha algo de especial com ele, enquanto David definia sua relação com ela como “apenas uma amiga com quem às vezes eu durmo”. Um acidente de carro envolvendo David e Julie custa a vida da bela modelo e deixa David desfigurado. A partir desse ponto David entre em uma crise de identidade que leva o filme para uma sequência de situações complexas e surrealistas, culminando em um final reflexivo, profundo, cult, ou seja, estranho e complicado. - Gustavo Catão

Faubourg Saint-Denis (Paris, te amo - Paris, je t'aime ) 2006

"Escuta.
Às vezes a vida exige uma mudança.
Uma transição.
Como as estações.
Nossa primavera foi maravilhosa, mas o verão terminou e deixamos passar o nosso outono.
E agora, de repente, faz frio, tanto frio que tudo se congela.
Nosso amor dormiu e a neve o tomou de surpresa.
E se vc dorme na neve, não sente a morte chegar.
Se cuida."

O filme Paris, te amo, é uma junçao de vários curta metragens que acontecem em Paris. O curta Faubourg Saint-Denis, por Tom Tykwer simplesmente me encantou.

Onde os fracos não tem vez - No Country for Old Men 2007 
Crítica: O lugar é Texas, década de 80. O clima é árido, sufocante e tenso. Logo no início, o filme mostra a fuga do assassino Anton Chigurh, que além de possuir um temperamento bastante peculiar, é um psicopata frio, calculista e habilidoso, que anda com um cilindro de ar comprimido que serve como arma para matar suas vítimas sem deixar vestígio algum, sendo assim um criminoso praticamente perfeito. 

O roteiro do filme é brilhante, combinando momentos de tensão e de humor negro, tratados com extrema naturalidade, como já é comum nos filmes escritos e dirigidos pelos Coen.
A fotografia sombria e objetiva de Roger Deakins é muito boa e a quase ausência de trilha sonora só serve para compor melhor o ambiente apreensivo e vazio do filme, que possui um ritmo que intercala momentos mais lentos, introspectivos e de diálogos afiados com outros de carga maior de sangue, tensão e adrenalina, o que pode agradar a alguns e desagradar a outros. - Luiz Antonio Ribeiro Gomes da Silva

As Virgens Suicidas - The Virgin Suicides 1999
Crítica: A história é baseada no livro homônimo de Jeffrey Eugenides, e mostra cinco irmãs de classe média que convivem de forma aparentemente normal e convencional com seus pais, católicos fervorosos, numa cidade conservadora do interior. Logo no início da trama, a irmã mais nova se suicida.
"Você não tem idade nem para saber que a vida é ruim", afirma seu psiquiatra. "E você nunca vai saber o que é ser uma garota de 13 anos", responde a menina, pouco antes da tragédia.
 A história das garotas suicidas apesar de ser absurda em alguns pontos, traz ao espectador diversos pontos de reflexão. E o final mesmo que óbvio (o próprio título já entrega tudo), pouco interfere nesta obra de destaque. - Celso Sabadin, Marcio Melo

O Advogado do Diabo - The Devil's Advocate 1997

Crítica: Kevin Lomax  é um promissor advogado de uma cidade americana que está no ponto mais alto de sua carreira. É querido pelos amigos e amado pela esposa Mary Ann. Tem uma vida considerada perfeita pelo famoso American Way of Life. É quando, durante uma festa, ele recebe um convite para trabalhar em Nova York na empresa de Jonh Milton um poderoso advogado da metrópole.  Kevin parte para a big apple junto com a esposa e entra num mundo de riqueza e glamour. É claro que não podia ser tudo perfeito e logo ele descobre que está defendendo a pior escória da humanidade e que seu chefe é mais diabólico do que parece. 

"Você trabalha sob pressão?" pergunta Jonh Milton a seu novo funcionário logo na primeira entrevista. Esta parece ser a pergunta que resume boa parte do clima do filme, que começa leve e aos poucos vai se fechando e criando uma tensão inigualável onde até o espectador parece não agüentar.
É tenso, é grandioso, é assustador. Mais que isso, é reflexivo. E muito. Evoca discussões antigas do caráter do ser humano como livre arbítrio, vaidade, cobiça e desonestidade. É um filme que choca, faz o espectador parar para pensar no que acabou de ver. Faz o espectador ter uma reação, podendo esta ser positiva ou negativa. - Plinio Meirelles
 
Outros filmes que continuam a lista (não nessa ordem):
Chamas da Vingança / Doce novembro / A Vida Íntima de Pippa Lee /O chamado / Evidências de um Crime / Babel /As patricinhas de Bevly hils /Onze homens e um segredo / Kill Bill /A mexicana /Prova de amor /Casa do lago /Bobby /Feast of Love /In her shoes / The Holiday /Clube da luta / Xeque-Mate / Prenda-me se for capaz / De volta para o futuro / Senhor das armas / Matrix / Sevem Os sete crimes capitais

Filmes que estão na lista pra assistir:
Factory Girl /Volver /Nine /E sua mãe também /O poderoso chefão /Paixão Bandida /Magnólia.

1 anotações:

Letras Saltitando disse...

ah meu Deus!

então me explica!

EU JÁ VI ESSE FILME UMAS 3X.

me explica uma coisa, ela vai embora e ele nao tem nem como procurar por ela porque ele nao sabe o nome verdadeiro, endereço, nada disso, é isso????